KPC não é a mais letal

Reportagem da Veja Online divulga nota emitida pela Anvisa, onde fiz que existem outras superbactérias mais mortíferas que a KPC.

Ainda segundo a reportagem, desde o ano de 2003, soldados americanos sobreviventes a graves ferimentos na guerra do Iraque tiveram que enfrentar um inimigo ainda mais letal quando retornaram aos Estados Unidos. Debilitados por cirurgias e entupidos de antibióticos, se tornaram presas fáceis para bactérias que atacam  pessoas com problemas de saúde. A responsável foi a Acinetobacter baumannii, que contaminou 700 soldados entre os anos de 2003 e 2007.

Ambas as bactérias são do tipo oportunistas, que no geral atacam pessoas com um quadro de saúde complicado, agravado por alguma doença. As vítimas preferidas são pessoas gravemente feridas, ou que estão internadas em UTIs, submetidas a vários procedimentos cirurgicos. As pessoas que morreram no Brasil enquadram-se neste perfil. Quem está saudável não corre riscos significativos e pode até acompanhar e visitar pacientes infectados.

Fonte: http://veja.abril.com.br/noticia/saude/kpc-nao-e-mais-mortifera-que-outras-superbacterias

36 comentários sobre “KPC não é a mais letal

  1. O OZONIO É TOTALMENTE EFICAZ CONTRA A SUPERBACTERIA KPC.. PROCURE UM POSTO DE TRATAMENTO COM OZONIO… O OZONIO É APLICADO NA VEIA… É UM TRATAMENTO ALTERNATIVO.. JA FOI COMPROVADO SUA EFICÁCIA CONTRA ESSA BACTERIA….. PESQUISE OZONOTERAPIA E SUA APLICAÇÕES. ESPERO TE AJUDADO

  2. olá estou com essa bactéria a 3 anos , e também tenho calculo renal bilateral.os médicos disseram que ela so pode ser curada depois que eu retirar os calculo.Me sinto muito mal, mas os urologistas que me atendem falaram que essa cirurgia de retirada de calculo na é necesária,mas essa bactéria esta resistente a vários medicamentos só tem um medicamento no momento para combate-la. oque devo fazer?

  3. no exame meu deu esse nome Klebsiella Pneumoniae
    só que eu não entendo muito, a bacteria está “crescendo” no meu organismo ou eu já tenho que procurar um médico?
    por enquanto estou com tosse forte, mal-estar e dor nas costas as vezes

    1. Olá Denis,
      A Klebsiella Pneumoniae é uma bactéria comum, que normalmente não causa danos a pessoas saudáveis. Geralmente estão associadas à infecções urinárias.
      A KPC significa: Klebsiella Pneumoniae produtora de Carbapenemase. É um tipo de Klebsiella que foi modificada geneticamente, capaz de produzir a enzima carbapenemase contra diversos antibióticos. Esta sim é a bactéria mais perigosa. Portanto, certifique-se qual bactéria seu exame apontou. Procure ajuda médica, sempre.
      Att

  4. Boa noite!

    Gostaria de saber qual o tratamento é feito em uma criança de 2 anos com essa bactéria pois no resultado de exame da minha filha apresentou ela e está com 100.000 é grave? O que fazer? Estou muito preocupada!!!

  5. estou com essa bacteria e a contagem de col e de 900.000. gostaria de saber se esse nº ocorre o risco de uma gde infecção ,e como posso trata-la, atecnosamente obrigada

  6. minha mãe esta no leito de um hospital fez uso de varios antibioticos mais lucocitose com desvio permnecia..fizeram cultura e antibiograma..isolaram a bacteria Klebssiella….gostaria de saber….como conduta não deveriam isolar a paciente? ..temos 2 uidadoras tomando conta dela..o hospital não poderia ser responsabilizado por qualquer problemas nas moças por não avisarem a familia sobre o risco?

  7. Por favor, me respondam.

    Minha filha, nascida em 04/02/2013, foi diagnosticada com (Microrganismo :Klebsiella pneumoniae). O médico dela é só amanhã e acabamos de receber o resultado. É muito grave ? O que devemos fazer ?

    ANTIBIOGRAMA GRAM NEGATIVO
    Material : Urina
    Microrganismo :Klebsiella pneumoniae
    Amicacina :S Amoxicilina + Clavulanato :S Ciprofloxacina :S Ácido Nalídixico :S Nitrofurantoina :S Norfloxacina :S Sulfamexazol-Trimetropin :S Ampicilina :R Gentamicina :S Ceftriaxona :S Cefepime :S Imipenem :S Azteonam :S Ceftazidima :S
    NT : Não Testado / S : Sensível / R : Resistente
    Antibiograma padronizado de acordo com CLSI.

    Grato
    Wesley Oliveira

  8. OLA EU RECENTEMENTE DIA 08/02/2013 ATRAVÉS DE UM EXAME URINA E UROCULTURA DESCOBRI QUE ESTOU COM A BACTÉRIA KPC, FIQUEI MUITO TRISTE MAS BUSCO AJUDA EM DEUS ELE É MEU PAI E MEDICO DOS MÉDICOS, ESTÁ CUIDANDO DE MIM, ENTÃO POR MAIS TRISTE QUER SEJA QUE CORRO RISCO DEVIDO A BACTERIA TENTO MANTER A CALMA PERANTE MEUS FILHOS E ESPOSO, MESMO TEM HORAQUE BATE UMA DEPE ORO A DEUS PRA CUIDAR DE MIM BJS…

    1. Olá Elisabete,
      A Klebsiella Pneumoniae é uma bactéria comum, que normalmente não causa danos a pessoas saudáveis. Geralmente estão associadas à infecções urinárias.
      A KPC significa: Klebsiella Pneumoniae produtora de Carbapenemase. É um tipo de Klebsiella que foi modificada geneticamente, capaz de produzir a enzima carbapenemase contra diversos antibióticos. Qual foi exatamente seu diagnóstico?
      Att

  9. Estou com minha esposa internada num quarto de isolamento por causa dessa bactéria pela segunda vez. Penso que a situação é mais preocupante por ser vitima de um gliobastoma com ressindiva. Por conta disso passou por 5 cirurgias no crânio e está com a imunidade muito baixa. Gostaria de saber qual o caminho para melhorar essa imunidade e se com essa melhora a cura é obitida com os antibioticos?

  10. Meu marido é nefropata crônico, diabético hipertenso, retirou o rim direito com câncer, o rim esquerdo funciona 26%, após fazer exame de cultura, foi detctado a bactéria Acinobacter baumanni, foi internado mais ao ser ministrado o antibiótico, teve reação alérgica. Nunca teve febre. Como fica esta bactéria no organismo do paciente?

  11. Olá, minha tia avó está em coma profundo por causa dessa bactéria, pelo que sei, ela nem estava na UTI e nem em contato com pessoas infectadas, como pode ter sido adquirida ?

  12. Minha mãe tem 72 anos e teve infecção urinária em 11/2009, 07/2010, 12/2010 e 03/2011. Todas as vezes foi medicada com antibioticos. A minha preocupação é que no último exame( urina tipo I e urocultura) apareceu uma tal de Acinetobacter baumannii, fui pesquisar e li que essa bacteria é tipica de UTIs, e pacientes debilitados. Aparentemente minha mãe está bem, mas é hipertensa, diabética. Faz acompanhamento médico rigoroso e os exames demostram que ela tem conseguido controlar a doença muito bem. Gostaria de saber mais a respeito dessa tal bacteria, tipo de tramento, possiveis causa do aparecimento desta e etc.Se necessario envio mais informações.

    1. Olá Maria,
      lamentamos muito por sua mãe. De fato, o contágio se dá também pelo manuseio incorreto de equipamentos e utensílios médicos, mas principalmente pela negligência de profissionais de saúde em relação a higiene pessoal e do ambiente de trabalho.
      Este site serve justamente para alertar as pessoas sobre os modos de prevenção. Todo cuidado é pouco em se tratando de limpeza dentro de hospitais, postos de saúde e etc.
      Prevenir é o melhor remédio
      Att,

      1. BOA TARDE , ESTOU COM UM SOGRO IENTERNADO A 2 MESES,A 30 DIAS ATRAZ ELE TEVE UMA INFECÇÃO URINARIA , DEU NO RESULTADO PSEUDOMONAS UM MILHÃO,TOMOOU ANTIBIOTICO, DESCANSOU 10 DIAS E REPETIU O EXAME DE CULTURA,E AGORA DEU KLEBISIELLA, ATE AGORA NÃO FOI DADA NENHUMA MEDICAÇÃO,DEPOIS DE 5 DIAS FOI QUE NOS AVISADA DA BACTERIA, QUAL O PERIGO QUE ESTAMOS CORRENDO ? NOS QUE ESTAVAMOS CUIDADANDO DELE ,SE HOUVE CONTAMINAÇÃO CONOSCO COMO VAMOS SABER?ESTAMOS TODOS SEM SABER O QUE FAZER. OBRIGADO

    1. Olá Islene,
      obrigado pelo seu comentário.
      Ao que tudo indica, a bactéria se torna resistente pelo uso indiscriminado de antibióticos. É comum tratarmos doenças relativamente simples com antibióticos, e isto vai criando resistências nas bactérias, que evoluem e vão se tornando mais fortes. Por isto é importante consultar sempre um médico em vez de se auto medicar. Isto fica evidente ainda mais pelo fato de que recentemente o Governo criou a obrigatoriedade de receita médica para compra de antibióticos, criando assim uma forma de controlar o uso descontrolado de antibióticos.
      Att

  13. Bom, fiquei sabendo sobre essa super bacterias atravez de um curso que estou fazendo.E a alias tenho um trabalho que todo envolto à ela.É incrível como bacterias simples podem se tornar tao perigosas.Mas minha duvida mesmo e sobrea sua mutaçao,como ela sofreu esse tipo de mudança?
    obg bjs
    otimo trabalho!

  14. Meu pai estava na UTI e agora está isolado num quarto, ele está com essa bactéria, estou muito preocupada porque ela é resistente a antibióticos, ele está internado a dois meses, qual é a cura para o paciente que contrai isso?

    1. Olá Patrícia,
      ao que tudo indica não há um remédio específico contra esta bactéria. O tratamento é feito como contra qualquer infecção. A diferença é que a bactéria se tornou praticamente imune aos antibióticos, o que dificulta o tratamento.
      Desejamos melhoras ao seu pai!
      Att,

  15. Na Verdade Darli, as pessoas que poder de governar paises, cidades e estados não estão nem ai com a sociedade por que tm hem seus projetos de esterminar uma terça parte da sociedade, para que a população iminua. Se fosse assim o governo junto com a população se preocupava a ponto de amenizar a doença. Você ver os paises da Africa, Haite enfim como exemplo. Precisamos encarar a realidade e entregar nas mãos de Deus porque a tendencia é piorar. Isso é a relidade!!!!!!! Um abraço p vc Darli.

  16. Os paises desemvolvidos investem enormes fortunas pilhonarias para ir a marte e a lua ao invés de pesguisas para tornar a vida melhor ;como por ex:doenças ,plantas e microorganismos que possam ser úteis no compate as emfermidades do nosso cotídiano !. No compate do analfabetismo e a falta informação que resulta na maioria dos proplemas da humanidade,fome violencia etc. Isso chega a ser constrangedor com támanha inteligencia iguinorante.

  17. adorei saber esta informaçao pois estou fazendo um trabalho q envolve o assunto
    e pretendo ser madica adoro sempre esta bem informada e site mim ajuda muito!

    comtinue sempre imformando a todos nós

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *