Superbactéria KPC encontrada em praia no Rio de Janeiro

Segundo notícia publicada no Portal G1, em 16/12/2014, as superbactérias foram identificadas em três locais do Rio Carioca na Zona Sul da cidade, sendo no Largo do Boticário, no Cosme Velho; no Aterro do Flamengo, antes da estação de tratamento do rio e em sua foz, já na Praia do Flamengo.

A possibilidade de disseminação das bactérias produtoras de KPC para o ambiente já preocupa os cientistas há alguns anos. Em 2010, o Laboratório de Pesquisa em Infecção Hospitalar do IOC publicou um artigo científico apontando a presença destas superbactérias no esgoto hospitalar carioca mesmo após o tratamento.

Conforme explicou a Fiocruz, estas bactérias produzem uma enzima chamada KPC — característica que impede que os remédios façam efeito contra elas. Em algumas pessoas, podem provocar males como infecção urinária e pulmonar.

Notícia extraída de: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2014/12/cientistas-detectam-superbacteria-em-trecho-da-praia-do-flamengo-rio.html

2 comentários sobre “Superbactéria KPC encontrada em praia no Rio de Janeiro

    1. É pra cair a roda! Não basta a corrupção e a violência, agora temos que conviver com o descaso de hospitais que jogam esgoto contaminados em rios. Qual a necessidade disto? Lamentável!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *